Informações sobre Rede de Atendimento da Previdência Social

 

I- Agência da Previdência Social

 

A rede de atendimento ao público da Previdência Social é composta por unidades de atendimento fixas e móveis. Atualmente são mais 1.500 unidades espalhados por todo o Brasil.

As Agências da Previdência Social (APS) são responsáveis pela inscrição do contribuinte, para fins de recolhimento, bem como pelo reconhecimento inicial, manutenção e revisão de direitos ao recebimento de benefícios previdenciários e ampliação do controle social.

 

II- Agência da Previdência Social de Atendimento de Demanda Judicial

 

As Agências da Previdência Social de Atendimento de Demandas Judiciais têm como propósito centralizar em local específico o atendimento de tais demandas, assegurando o cumprimento das decisões judiciais dentro dos prazos estabelecidos pelo juízo, executando os serviços de reconhecimento inicial, revisão, averbação, restabelecimento, dentre outros, zelando e acompanhando a eficácia e eficiência dos procedimentos administrativos, assim como demais serviços prestados nos casos em que o interessado busque a tutela jurisdicional do Estado.

As Agências da Previdêncial Social de Demandas Judiciais (AADJ) não são destinadas para o atendimento ao público, uma vez que a finalidade é atender demandas oriundas de ordens judiciais.

 

III- PrevBarco

 

Foto PREVBarco              Foto PREVBarco

O PREVBarco é uma alternativa para a interiorização do atendimento previdenciário. A Unidade Móvel Flutuante leva à população ribeirinha todas as facilidades e todos os serviços disponíveis nas Agências da Previdência Social. É equipada com alta tecnologia, que permite a transmissão de dados via satélite, possibilitando assim o acesso on line aos dados do segurado e a concessão de benefícios em até meia hora.

Todos os anos, entre fevereiro e dezembro, embarcações levam os serviços da Previdência Social aos segurados que habitam às margens dos rios, em localidades onde não há acesso a uma agência fixa da Previdência Social.

 

IV- PrevMóvel

 

 

  Foto PREVMóvel            Foto PREVMóvel


O PREVMovel foi criado como uma alternativa para facilitar a vida dos segurados que moram em cidades que não dispõem de uma Agência da Previdência Social fixa. Ao se deslocarem para onde o cidadão está, as unidades móveis evitam que o usuário seja obrigado a percorrer longos e onerosos trechos de um município a outro, para requerer benefícios ou sempre que precisar resolver alguma demanda junto ao INSS.

Adaptado e equipado com os mesmos sistemas operacionais utilizados nas APS, levando no mínimo dois servidores, o PREVMovel oferece à comunidade atendida todos os serviços prestados em uma agência convencional, a exemplo do reconhecimento de direitos em até 30 minutos. Também presta informações e orientações à população por meio do Programa de Educação Previdenciária (PEP).

 

V- PrevCidade

 

A PREVCidade é uma unidade de atendimento que presta serviços previdenciários preferencialmente nas localidades onde não existe uma Agência da Previdência Social. O seu objetivo é facilitar a vida do cidadão, evitando que ele tenha que fazer deslocamentos para procurar o INSS.

Estas unidades são instaladas por meio de celebração de convênio entre o INSS e a Prefeituras Municipal interessado, a qual deverá manifestar o seu interesse mediante preenchimento do cadastro.

 

VI- Central de Atendimento 135

 

A Central 135 foi criada, a partir de uma decisão estratégica conjunta entre o Ministério da Previdência Social e o Instituto Nacional do Seguro Social, com o propósito de ampliar a oferta de serviços prestados à população através do atendimento remoto.

O código de acesso 135 foi atribuído pela Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL ao Ministério da Previdência Social, por meio do Ato ANATEL n.º 59.336, de 30 de junho de 2006, por ser considerando serviço de utilidade pública.

Com isso, se a ligação for realizada por aparelho fixo ou orelhão é gratuita. Agora, se partir de celular, será cobrada a tarifa de custo local pela operadora do serviço móvel. 

 

Funcionamento da árvore de voz da URA - Unidade de Resposta Audível: 

 

Opção 1 - para informações sobre aposentadoria ao segurado com deficiência, com base na Lei Complementar n° 142/2013;

Opção 2 - para acessar informações sobre revisão;

Opção 3 - para realizar consultas por meio de atendimento eletrônico;

Opção 4 - para registrar elogio, reclamação ou denuncia na Ouvidoria Geral;

Opção 5 - para falar com um de nossos atendentes;

Opção 9 - voltar para o menu inicial.

 

O atendimento assistido funciona de segunda à sábado, das 07:00 às 22:00, horário de Brasília. Já o atendimento eletrônico funciona 24 horas por dia.

 

Fique Atento! 

Ao ligar para o 135, o beneficiário deve ter em mãos:

  • o número de inscrição junto à na Previdência Social ou PIS/PASEP* ou o NIT**;
  • o CNPJ ou CPF do empregador;
  • o número do CPF, para menor de 16 anos, em caso de agendamento de Benefício Assistencial;
  • documentos pessoais (RG, CPF);
  • o número do benefício (se estiver recebendo o auxílio-doença);
  • papel e caneta.

 

Estes são os serviços disponíveis pela Central 135: 

  • informação sobre benefícios e contribuinte Individual;
  • informação sobre a situação do benefício;
  • agendamento, cancelamento e remarcação de serviços agendados;
  • requerimento de auxílio doença;
  • marcação de pedido de prorrogação e pedido de reconsideração;
  • consulta às perícias agendadas;
  • remarcação de perícias agendadas (uma única vez);
  • requerimento de salário maternidade;
  • requerimento de pensão por morte;
  • verificação da data de pagamentos de benefício;
  • inscrição do contribuinte;
  • contribuinte individual – cálculo de recolhimento em dia;
  • atualização de endereço para aposentados e pensionistas;
  • consulta de andamento e decisões das Juntas e Câmaras de Recursos;
  • consulta de concessão inicial de benefício;
  • solicitação da 2ª via do extrato para declaração de imposto de renda;
  • solicitação da 2ª via da certidão para saque do PIS/PASEP/FGTS;
  • registro de elogio, sugestão, reclamação e denúncia junto à Ouvidoria Geral do Ministério da Previdência Social.

 

Lembramos que a Simulação de Contagem de Tempo de Contribuição e a Simulação do Valor do Benefício, de acordo com a Lei n° 9.876 de 29/11/99, poderão ser feitas pela Internet.