Inscrição na Previdência Social - Contribuinte Filiado e Não Filiado

 

Esse serviço permite que você solicite a sua inscrição junto à Previdência Social.

A inscrição é o ato pelo qual o cidadão é cadastrado no Regime Geral de Previdência Social, mediante a atribuição do Número de Identificação do Trabalhador - NIT, que é único, pessoal e intransferível. 

É importante esclarecer que não é necessário solicitar uma nova inscrição, caso você esteja inscrito no Programa de Integração Social (PIS), Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) ou Número de Identificação Social (NIS).

Com essa identificação é possível realizar pagamento de contribuições e solicitar serviços nas Agências da Previdência Social.

 

Aqui, você poderá se inscrever como: 

  • Filiado: é todo cidadão que se relaciona com a Previdência Social na qualidade de segurado obrigatório (Contribuinte Individual e Empregado Doméstico) ou facultativo, mediante contribuição.

  • Não filiado: é todo cidadão que se relaciona com a Previdência Social na condição de dependente, representante legal, procurador ou componente do grupo familiar do BPC LOAS.

 

Saiba mais sobre quem pode se inscrever e as formas de inscrição.

 

 Para se inscrever utilize um dos canais abaixo:

  • por este canal de atendimento, acessando aqui (veja como preencher o requerimento).
  • pela Central de Atendimento, pelo telefone 135, de segunda à sábado, das 07:00 às 22:00, horário de Brasília.

  • na Agência da Previdência Social mais próxima de sua residência.

 

 Documentos Exigidos:

a) carteira de Identidade; 

b) cadastro de Pessoa Física – CPF; 

c) carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS (informação obrigatória para o empregado doméstico);;

d) comprovamente de endereço; 

e) título de eleitor; 

f) carteira de habilitação, se possuir; 

g) certidão de Nascimento ou Casamento.

 

Importante!

Como os dados digitados têm caráter declaratório, ressalva ao INSS o direito de solicitar  comprovação das informações sempre que houver necessidade.

A inscrição não garante direito de benefício.

É vedado o cadastramento pós morte. Caso haja necessidade, o interessado deverá comparecer a Agência da Previdência Social mais próxima de sua residência.